Login

A Origem Internacional - Militar – Civil

No final do século 19 a orientação era praticada no exército. Em 1886 a palavra 'orientação' foi usada pela primeira vez no significado de atravessar um terreno desconhecido com o auxílio de um mapa e bússola. Em 1895, foram realizadas as competições de orientação das guarnições militares em Estocolmo e Oslo. A primeira prova de orientação pública foi realizada na Noruega, em 1897. Foi acordado que a data deste evento foi considerada como nascimento de orientação.

A orientação como esporte começou a desenvolver nos países nórdicos, no início do século 20. Em 1930 a orientação tornou-se firmemente estabelecida na Finlândia, Noruega e Suécia, com reuniões e cooperação entre estes três países já uma característica regular. A primeira competição internacional, entre as equipes da Noruega e da Suécia, foi realizado na Noruega, em 1932. A Federação Internacional de Orientação (IOF) foi fundada em 21 de Maio de 1961 em um congresso realizado em Copenhague, na Dinamarca.

 

A Origem Nacional - Militar – Civil

 

A Orientação como esporte foi trazida para o Brasil pela Comissão Desportiva Militar do Brasil (CDMB), que em 1970 enviou três oficiais, um de cada força armada, para serem observadores no Campeonato Mundial Militar. A introdução da orientação no Brasil foi um trabalho conjunto das três Forças Armadas, com seus precursores em cada força.

Coube ao então Capitão Tolentino Paz o encargo de selecionar e treinar uma equipe do Exército, e para isso organizou em 26 de junho de 1971 no Rio de Janeiro a primeira competição militar no Brasil, o I Campeonato de Orientação do Exército, e por isso é considerado o pioneiro da orientação no Brasil pelos colegas do Exército. Este evento foi uma seletiva para o primeiro CAMORFA realizado em 1972. Desde então passou a ser organizado regularmente pela CDMB o Campeonato Brasileiro de Orientação das Forças Armadas, enviando de vez em quando uma equipe nacional para participar do Campeonato Mundial Militar de Orientação.

Em 1986 e 1987 o Professor de Educação Física Leduc Fauth, acompanhado dos suecos Ulf Levin e Göran Öhlund, respectivamente, realizou uma campanha de divulgação do esporte em todo o Brasil realizando atividades de Porto Alegre a Manaus. Como resultado dessa iniciativa vários clubes de orientação civis e militares foram criados a partir de 1986 e foram organizadas por esses clubes as primeiras competições regionais abertas a civis.

No Rio de Janeiro, por exemplo, o Floresta Clube de Orientação (fundado em 1986) tinha componentes das três forças, além de professores de educação física da UFRJ e da rede pública. Nesse ano foi organizado o Campeonato Carioca de Orientação, e passaram a ser organizadas competições abertas que deram origem ao campeonato estadual do Rio de Janeiro. Em 1990 e 1991 esse clube realizou eventos com ampla divulgação na mídia e boa participação de iniciantes, que eram mais da metade dos mais de 200 participantes em cada evento.

Em 02 de maio de 1992 na cidade de Santa Maria - RS foi realizado o campeonato oficial de orientação organizado por um clube de Orientação brasileiro: O “I CAMPEONATO GAÚCHO DE ORIENTAÇÃO”, que contou com a participação de 275 atletas. A referida competição foi organizada pelo CLUBE DE ORIENTAÇÃO DE SANTA MARIA (COSM).

Em 1994 a WWOP (World Wide Orienteering Promotion) enviou ao Brasil o sueco Arto Rautiainen que colaborou na confecção do mapa de orientação da FEPAGRO – Boca do Monte, conforme as especificações técnicas internacionais para mapas de Orientação. Este mapa foi usado em 1995 para a realização do I Campeonato Sul Americano de Orientação, que contou com a participação de mais de 400 atletas. O vencedor na categoria “Elite” masculina foi o atleta Newton Venâncio e na categoria “Elite” feminina foi a atleta Carla Maria Clausi, ambos atletas brasileiros.

Em 15 de dezembro de 1996, realizou-se em São José dos Campos, estado de São Paulo o primeiro Troféu Brasil de Orientação, que se tornou o precursor e antecessor dos 5 Dias de Orientação do Brasil. Esta competição culminou com uma reunião, com a presença de inúmeras personalidades do esporte, onde foram definidos os primeiros passos para a criação da CBO, Confederação Brasileira de Orientação.

Em 11 de janeiro de 1999 na cidade de Guarapuava, PR, com a presença de Higino Esteves, membro do conselho da IOF, foi fundada a Confederação Brasileira de Orientação (CBO) em assembléia Geral presidida pelo SR César Valmor Cordeiro, então presidente da FGO, sendo eleito como primeiro presidente o Sr José Otavio Franco Dornelles, a qual passou a administrar o desporto Orientação no Brasil. Em 24 de Abril de l999 o COLB de Guarapuava, PR, organizou a primeira prova Oficial da CBO (I Etapa do Campeonato Brasileiro de Orientação).

 

Competições

Informe-se das competições que irão acontecer e veja como se inscrever.

Leia mais

Topo